sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Técnicos da UFRN mantém greve enquanto acordo não é assinado

Os técnico-administrativos da UFRN decidiram em assembleia realizada nesta quinta-feira (23), manter a paralisação das atividades até que o acordo firmado entre o governo federal e a Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras (FASUBRA) seja assinado.
 
A decisão por manter a paralisação foi quase unânime, mas sob alerta de possível retorno da categoria às atividades normais na próxima segunda-feira (27), se os acordos forem formalizados até esta sexta-feira (24).Caso a assinatura com a garantia dos termos negociados não saia conforme o previsto, o Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Educação do Ensino Superior (Sintest-RN) deve realizar uma assembleia extraordinária, na segunda-feira, para reavaliar a decisão de saída da greve.
 
 
 
Fonte: Marcos Dantas

Seca nos EUA eleva preços do frango e de outros itens no RN

Consumidores têm se assustado com os preços: reajuste tem sido repassado de forma integral
O Rio Grande do Norte já sente os efeitos da seca e da quebra da safra de milho nos Estados Unidos. Flocos de milho, frango, cortes como sobrecoxa, e ovos já estão, pelo menos, 15% mais caros nos supermercados do estado. O problema não é exclusivo do RN, que importa praticamente todos esses produtos de estados como Minas Gerais, São Paulo e Santa Catarina. Outros estados também registraram alta nos últimos dias. A disparada no preço começou em junho, quando apareceram as primeiras notícias de quebra da safra nos Estados Unidos.
O dólar em alta deixou a situação ainda mais complicada no Brasil. "É importante lembrar que o Brasil registrou uma safra recorde de milho. Mas com o dólar mais caro, os produtores preferem exportar a vender no mercado interno", explica Ronaldo Souza, presidente da rede de Supermercados Boa Esperança, que já compra frango, cortes, ovos e derivados de milho 15% mais caros. Segundo Ricardo Sobral, diretor executivo da Rede Mais Supermercados, o preço subirá entre 20% e 25% nas próximas três semanas. O consumo, na visão dele, cairá na mesma proporção.

Um quilo de frango hoje está custando R$ 3,99. Antes, custava R$ 3,49. Uma bandeja com 30 ovos sai por R$ 6,98 (R$ 1,49 a mais) e um pacote de flocos de milho sai por R$ 1,05. Há menos de 30 dias, custava R$ 0,85 ( R$ 0,20 a menos). Isso porque o reajuste é repassado de maneira integral para os consumidores. O comerciante Claudemir Fernandes, 24 anos, reclamou do aumento. Ele costuma comprar de cinco a seis quilos de frango por dia. Antes do reajuste, pagava R$ 21,54 por seis quilos. Com o reajuste, passou a pagar R$ 28,54 pela mesma quantidade. A diferença é de R$ 6,78 - o que representa R$ 1,23 por quilo. "Dessa vez não vou levar. Está muito caro. Vou pesquisar mais. Se não encontrar mais barato, vou substituir. Sou dono de um restaurante e não posso aumentar o preço da refeição. Os clientes reclamam", justifica. O eletricista Francisco Ivo Azevedo, 36 anos, levou um susto com a alta. "Mesmo assim vou comprar. Não dá para comer carne vermelha todo dia".



Fonte: Tribuna do Norte

Anunciada Maia faz questão de participar ao lado dos filhos do comício de Couro Fino neste sábado

Com as presenças do ministro Garibaldi Filho (PMDB) e do deputado federal João Maia (PR), o candidato a prefeito Rogério Couro Fino (PR) fará grande comício neste sábado (25) em Jardim de Piranhas. Quem também faz questão de participar da mobilização é a matriarca da Família Maia, dona Anunciada Maia. Ela já convidou todos os seus filhos, netos, sobrinhos e demais familiares, já que promete demonstrar para toda Jardim de Piranhas, no próximo sábado que a Família Maia está apoiando a candidatura de Rogério.

Além de já ter demonstrado um carinho imenso por Couro Fino, Dona Anunciada é tia de sua companheira de chapa, Jane Maia, a quem trata como sua própria filha. Não é de hoje que Dona Anunciada demonstra estar envolvida com o projeto de Rogério. No vídeo onde a vida de Couro Fino é apresentada, dona Anunciada protagoniza um dos mais emocionantes depoimentos. “Eu gosto de Rogério porque sei que ele cuida e zela de sua família, e principalmente da sua mãe, e vai lutar por seus conterrâneos”, disse.

Zé Lins no rádio nesta manhã: “Desafio o senhor prefeito para o debate. Na eleição passada ele não aceitou”

Nesta sexta-feira (24), o candidato da coligação “A Favor do Povo”, Zé Lins usou o horário eleitoral no rádio para voltar a mencionar a importância de um debate público, sobre as propostas e planejamento de gestão para os próximos quatro anos em Currais Novos.

“Acho importante um debate. Desafio o senhor prefeito para o debate. Na eleição passada ele não aceitou participar, mas acredito que ele está mais experiente e deve agora debater as propostas para o povo de Currais Novos tomar conhecimento e poder decidir com mais consciência”, afirmou Zé Lins. O programa eleitoral em Currais Novos é transmitido através de todas as emissoras de rádios AM e FM da cidade.

Aluna passa mal em sala de aula e morre após esperar por socorro

Uma estudante universitária, de 28 anos, morreu na noite desta quinta-feira (23) dentro da sala de aula de uma unidade das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU), no Itaim Bibi, na Zona Sul da São Paulo. Ela passou mal no intervalo. Segundo o marido, o Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) levou 40 minutos para chegar e ela não resistiu, como mostrou o Bom Dia São Paulo.
Fotos tiradas pelos alunos mostram o desespero para tentar salvar Angelita Pinto, que era aluna do primeiro semestre do curso de ciências contábeis. A universitária tinha arritmia cardíaca, mas, por orientação médica, havia parado de tomar os remédios há um mês, segundo o marido, José Carlos dos Santos.

De acordo com Santos, ela disse para uma amiga que não estava se sentindo bem. Em seguida, sentiu uma tontura e desmaiou. Colegas e bombeiros tentaram reanimar a estudante.
Angelita aguardou pela chegada do Samu por 40 minutos, segundo o marido. Santos reclamou da falta de socorro dentro da faculdade. “Não tem uma enfermeira. Não tem nada”, disse. A perícia passou parte da madrugada desta sexta-feira (24) na faculdade. O corpo de Angelita só foi liberado por volta de 4h30.
A reportagem do Bom Dia São Paulo procurou um representante da FMU no local durante a madrugada, mas foi informada, na portaria, de que não havia ninguém para falar sobre o caso. A Secretaria Municipal da Saúde informou que o Samu recebeu o chamado às 21h45, 15 minutos depois do horário que, segundo o boletim de ocorrência, a aluna começou a passar mal. A secretaria não informou a que horas a ambulância chegou à faculdade. A aluna deixa uma filha de 10 anos.