domingo, 22 de julho de 2012

Padre Jocimar satisfeito com o primeiro comício oficial de sua campanha em Jardim do Seridó

3479
A coligação “É nós de novo com a força do povo” deu o pontapé inicial da campanha do prefeito e candidato a reeleição, padre Jocimar (PMDB) e seu vice Dr. Anchieta (PT). A concentração aconteceu na praça da Rodoviária e seguiu por várias ruas da cidade, até o Canal, onde aconteceu o primeiro comício da coligação. Milhares de pessoas prestigiaram o evento.
Padre Jocimar e Dr. Anchieta fizeram discursos afinados, lembrando as obras, veículos e demais benfeitorias que a administração do Padre já trouxe para Jardim do Seridó, exaltaram a união partidária em torno da candidatura que conta com vários partidos, o apoio de vários senadores e deputados, dentre outros. A coligação volta a se movimentar neste domingo (22) com carreata nos bairros Comissão e Baixa da Beleza.

Fonte: Marcos Dantas

Brasileiros têm quarta maior fotuna do mundo em paraísos fiscais

Um estudo inédito, que, pela primeira vez, chegou a valores depositados nas chamadas contas offshore sobre as quais as autoridades tributárias dos países não têm como cobrar impostos, mostra que os super-ricos brasileiros somaram até 2010 cerca de US$ 520 bilhões (ou mais de R$ 1 trilhão) em paraísos fiscais. Trata-se da quarta maior quantia do mundo depositada nesta modalidade de conta bancária.

O documento The Price of Offshore Revisited, escrito por James Henry, ex-economista-chefe da consultoria McKinsey, e encomendado pela Tax Justice Network, cruzou dados do Banco de Compensações Internacionais, do Fundo Monetário Internacional, do Banco Mundial e de governos nacionais para chegar a valores considerados pelo autor.

O relatório destaca o impacto sobre as economias dos 139 países mais desenvolvidos da movimentação de dinheiro enviado a paraísos fiscais. Henry estima que, desde os anos 1970 até 2010, os cidadãos mais ricos desses 139 países aumentaram de US$ $ 7,3 trilhões para US$ 9,3 trilhões a "riqueza offshore não registrada" para fins de tributação.

A riqueza privada offshore representa "um enorme buraco negro na economia mundial", disse o autor do estudo. Na América Latina, chama a atenção o fato de, além do Brasil, países como o México, a Argentina e Venezuela aparecerem entre os 20 que mais enviaram recusos a paraísos fiscais.
Fonte: Dn Oline

Jardim de Piranhas: Domingo 22 é marcado por visitas em comunidades rurais

A coligação Jardim Unida (PR, PTB, PP, PRB, PDT e DEM) tem feito diversas movimentações ao logo deste “Domingo 22”. O candidato a prefeito Rogério Couro Fino começou a sua agenda fazendo visita no Sítio Riacho da Palha. Em seguida a Comitiva da Vitória seguiu para a Comunidade Barra de Baixo, onde foi recebida na casa de José Silveira, conhecido como Zé Buraco, líder local com atuação política também na cidade de Brejo do Cruz, onde foi vice-prefeito em 2004.

“Receber Rogério aqui em casa é uma alegria, temos uma grande consideração ao prefeito Antônio Macaco e sei que ele irá continuar o trabalho que já é desenvolvido no município. Os nossos amigos votam em Rogério porque ele é o melhor”, disse Zé Buraco.

Rogério estava acompanhado da sua esposa Alderice Nogueira, da vice Jane Maia, do prefeito Antônio Macaco, vereadores, candidatos e lideranças locais.

Logo mais a noite todos seguirão em carriata pelas principais ruas da cidade onde acontecerá inauguração do Comitê Jovem 22, lançamento do site oficial da campanha e apresentação do vídeo 'O Filho de Dona Maria e seu Lodônio'.

Agentes penitenciários encontram túnel em Alcaçuz e evitam nova fuga

Agentes penitenciários do presídio de Alcaçuz, localizado em Nísia Floresta, evitaram uma nova fuga em massa, no fim da tarde desse sábado (21). Na ocasião, um túnel foi encontrado no Pavilhão 1, nas mediações da quadra até o muro. Dentro do local de escavações, foram encontradas duas "Terezas” (pedaços de lençóis para formação de corda).

Segundo o capitão Alberto, da Companhia Independente de Policiamento de Guarda, os agentes perceberam uma movimentação suspeita durante um rápido apagão na penitenciária e se depararam com o túnel. Nenhum detento conseguiu escapar.


Fonte: Dn Oline

Mega-Sena acumula novamente e pode pagar R$ 16 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas sorteadas na noite deste sábado (21) no concurso 1.408 da Mega-Sena, em Guaxupé (MG).
Segundo a Caixa Econômica Federal, a estimativa de prêmio para o próximo sorteio, a ser realizado na quarta-feira (25), é de R$ 16 milhões. O prêmio já estava acumulado para este concurso em R$ 11 milhões.
As dezenas sorteadas foram: 04 - 19 - 20 - 24 - 39 - 43.
A Quina vai premiar 118 apostas com R$ 19.353,93. A Quadra registrou 8.075 apostas certas e cada uma leva R$ 404,02.

cidade de Lula é campeã em repasses federais em 2012

São Bernardo do Campo (SP), administrada pelo PT e onde mora o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi a cidade campeã em repasses federais em 2012 no período pré-campanha. Governado pelo ex-ministro Luiz Marinho, o município recebeu R$ 69 milhões, a maior parte do Ministério da Saúde, comandado pelo petista Alexandre Padilha. Segundo levantamento do jornal O Estado de S. Paulo, os dez municípios mais beneficiados são governados por prefeitos da base aliada de Dilma.
O segundo lugar no ranking de prefeituras beneficiadas é Belo Horizonte (MG), que recebeu R$ 29,5 milhões. O prefeito, Marcio Lacerda (PSB), era aliado de Dilma até o fim de junho, quando o PT lançou candidato próprio. A cidade gaúcha de Palmeira das Missões, comandada pelo petista Lourenço Ardenghi Filho, tem apenas 34,3 mil habitantes e aparece como o terceiro município que mais recebeu verbas do governo. Prefeituras de médio e pequeno portes foram contempladas com mais verbas que as grandes. São Paulo aparece na 15ª posição.

Fonte: Terra.com

Dom Eugenio Sales: um príncipe da Igreja

- Etimologicamente, a palavra príncipe vem do latim princeps e significa o que vem primeiro, o que precede. Não apenas na ordem cronológica e ritual, mas sobretudo, aquele que antecede, porque cria, descobre, aponta e sugere
A tradição eclesiástica denomina os cardeais de Príncipes da Igreja, título criado por Bonifácio VII, cujo pontificado decorreu entre 1294 e 1303. Anteriormente, já haviam sido distinguidos por Nicolau I (858-867) com a precedência diplomática sobre os arcebispos e bispos. Inocêncio IV (1243-1254) os revestiu com a cor púrpura e lhes impôs o barrete vermelho. Finalmente, Urbano VIII (1623-1644), conferiu-lhes o tratamento de eminência reverendíssima, acatado por todos os países que mantêm relação diplomática com a Santa Sé. O protocolo do Vaticano prevê que sejam recebidos como os príncipes das casas imperiais e reais.
Ao longo da história da Igreja, criaram-se três ordens cardinalícias. Os cardeais bispos, que são os titulares de seis dioceses circunvizinhas de Roma. Em geral, prelados que ocupam postos nos dicastérios (congregações e secretarias) do Vaticano. Seguem-se os cardeais presbíteros, responsáveis por algumas igrejas e basílicas romanas. Dom Eugênio era cardeal presbítero da Igreja de São Gregório VII. Paulo VI nomeou-o, no consistório de 28 de abril de 1969, tornando-se cardeal primaz do Brasil, pois, nessa data, era arcebispo metropolitano de Salvador, na Bahia. Em 1971, foi transferido para a arquidiocese do Rio de Janeiro, conservando a mesma titularidade cardinalícia, apesar dos arcebispos cariocas, por tradição, ocuparem a igreja de São Bonifácio e Santo Aleixo, em Roma. Pela antiguidade, tornou-se cardeal proto-presbítero entre os 155 pares. Vale ressaltar que há também 45 cardeais diáconos e três cardeais patriarcas das igrejas orientais, que detêm o título de igrejas romanas.
Hoje, no mundo, somam 208 os príncipes da Igreja. São os eleitores do papa no conclave, exceto os que completaram 80 anos. A distinção das ordens é histórica. De acordo com o estado clerical, eram titulares de uma igreja episcopal, presbiteral ou diaconal. Nos séculos passados nem todos os cardeais eram sacerdotes e bispos. Alguns eram líderes cristãos e conselheiros dos papas. É evidente que em certos momentos, houve interferência política. Lembremo-nos dos cardeais Mazarino e Richelieu.


Fonte: Tribuna do Norte

Governo quer viabilizar fábrica de 10 mil postos de trabalho em Mossoró

A governadora  Rosalba Ciarlini (DEM) e a ICP Fazenda Maisa assinarão na terça-feira (24), na Governadoria, um Protocolo de Intenções para instalação de empreendimento na zona rural de Mossoró com investimento estimado em R$ 30 milhões e a geração de 500 empregos diretos e 2.000 indiretos.

A ideia é viabilizar o projeto de incentivo das culturas de frutas na região, como também na implantação da indústria de envase na unidade da Nutrimarcas. A fábrica terá oportunidade para geração de até 10 mil postos de trabalho rural com uma capacidade anual de produção estimada em 72 mil toneladas por ano. Com relação ao faturamento, a expectativa é de R$ 240 milhões por ano quando a produção for estabilizada.

Fonte: No Minuto

Mais de 6 mil ataques de homofobia em 2011

Mais de 6 mil denuncias de homofobia foram registradas no ano passado em todo o Pais. Segundo o “Relatório Sobre Violência Homofóbica no Brasil: o ano de 2011”, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, mais da metade deles aconteceram em ambientes domésticos. Piauí e Distrito Federal foram os campeões no registro de denúncias contra homossexuais.

Segundo o levantamento, 42% dos casos foram registrados no ambiente doméstico - a maior parte (21%) na casa da própria vítima.
Jovens, negros e pardos são as principais vítimas da homofobia. A explicação, diz o documento, pode estar no fato de que eles se recusam a ficar limitados ao que o estudo chama de “gueto LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros): eles não aceitam frequentar apenas lugares voltados a esse público. E acabam se tornando alvos deste tipo de agressão.
Durante o ano passado, o governo federal registrou 6.809 denúncias de agressões contra homossexuais. O estudo calcula o número de denúncias por 100 mil habitantes. E elencou os Estados de maneira proporcional, com o número de denúncias em comparação com o número de habitantes de cada Estado.

 Assim, o Piauí, primeiro estado da lista, registrou 288 casos, uma taxa de 9,23 denúncias a cada 100 mil habitantes. Brasília ficou em segundo lugar, com 225 denúncias de agressão, ou 8,75 queixas a cada 100 mil habitantes.


Fonte: R7