quinta-feira, 26 de julho de 2012

Suspeito detido pela Deicor confirma participação no seqüestro de Popó

A delegada titular da Divisão de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), Sheila Freitas, ainda aguarda o mandado de prisão solicitado em desfavor do suspeito de integrar quadrilha que manteve o jovem Porcino Segundo sequestrado por 37 dias, detido na tarde dessa quarta-feira (25).

O homem, que ainda não teve seu nome revelado pela Polícia Civil, foi detido em um apartamento de luxo no bairro de Ponta Negra, Zona Sul de Natal. “Ele já estava de malas prontas para fugir”, revelou a delegada.

Em seu depoimento, na sede da Deicor, o suspeito contou que sabia do seqüestro e do cativeiro na praia de Pitangui, mas afirmou que nunca havia visitado o local. “Ele nos disse que seu papel era de transportar o acusado que morreu durante o resgate, identificado apenas como “Cabeça”, de Natal para Fortaleza/CE e vice-versa, que chegou a fazer o trajeto em três oportunidades e que ao término de tudo receberia 10 mil reais”.

O suspeito é amigo de infância de Paulo Victor, e morava no mesmo prédio deste e de outro acusado, o José Orlando, preso na terça-feira (24) em Pitimbu, Zona Sul de Natal.

A expectativa da delegada Sheila Freitas é que o mandado de prisão preventiva em desfavor do suspeito seja expedido ainda na manhã de hoje (26).
 

Fonte: No Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário