quarta-feira, 18 de julho de 2012

Policial multa motoqueiro usando capacete invisível e o caso vai parar na justiça




O motoqueiro Claudio Clementino está processando o Estado de São Paulo porque foi multado enquanto trafegava em uma movimentada rua paulista, usando um capacete invisível ao olho humano, que comprou pela Internet, importado do Japão.


O guarda de transito disse que multou o motoqueiro porque não viu o capacete. "Ele estava sem o capacete, pois não vi nada", disse o guarda. Mas o proprietário da moto se defendeu dizendo que o guarda foi errôneo e incompetente. "Se eu estava usando um capacete invisível, é claro, óbvio e evidente que o que guarda não iria enxerga-lo", disse o motoqueiro.

No processo, o motoqueiro pede a retirada da multa e uma indenização por danos morais. O advogado de defesa disse que os policiais de hoje em dia devem prestar mais atenção aos avanços tecnológicos. "O guarda poderia ter parado o motoqueiro para perguntar sobre o capacete e colocado a mão para sentir o equipamento", disse o advogado.


O advogado que defende o policial disse que requereu ao motoqueiro a apresentação do capacete, mas o motoqueiro se desculpou dizendo que perdeu, e que por ser invisível ficará quase impossível de encontrar.

Fonte: G17

Nenhum comentário:

Postar um comentário