quinta-feira, 12 de julho de 2012

No Twitter, Demóstenes diz que vai ao STF para tentar reaver mandato

Demóstenes Torres e o advogado Kakay, momentos antes da cassação do mandato (Foto: Pedro França/Agência Senado)
Demóstenes Torres (sem partido-ex-DEM-GO) anunciou na noite desta quarta-feira (11), por meio do Twitter, que vai questionar no Supremo Tribunal Federal (STF) o processo que levou à cassação de seu mandato. A perda do cargo por quebra de decoro em razão da ligação com o bicheiro Carlinhos Cachoeira foi aprovada pelo plenário do Senado por 56 votos favoráveis, 19 contrários e cinco abstenções.
"Vou recuperar no STF o mandato que o povo de Goiás me concedeu. [...] Os motivos são suficientes: fui cassado sem provas, sem direito a ampla defesa e sem ter quebrado o decoro", twittou.
Também no microblog, ele acusa "a esquerda" de ter lhe tirado o mandato. "Vamos voltar a conversar aqui. Falar de música, literatura, política. A esquerda me tirou o mandato, mas não a coragem."
Mais cedo, após a cassação do mandato, o advogado que defendeu o senador durante o processo que levou à perda do cargo, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, disse que não iria questionar.
"Evidentemente que não vamos recorrer. O senador apresentou sua defesa de forma clara. [...] É claro que ele viu sua vida profissional ser ceifada num momento que ele estava com tudo pela frente. Nós fizemos o que podia ser feito", disse o advogado mais cedo.


Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário