segunda-feira, 23 de julho de 2012

Joel Santana não resiste a mais uma derrota e é demitido do Flamengo

Ameaçado de demissão desde meados de junho, Joel Santana não resistiu à derrota de domingo, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, diante do Cruzeiro, e teve a saída do Flamengo confirmada pela diretoria do clube nesta segunda-feira. Contratado em fevereiro para substituir Vanderlei Luxemburgo, o agora ex-técnico acumulou fracassos, como as eliminações do Campeonato Carioca, da Copa Libertadores, além do mau rendimento no Brasileiro – com 15 pontos, a equipe ocupa o décimo lugar na competição.

Joel deixou o comando do Bahia para assumir o Flamengo pela quinta vez no início de fevereiro, mas teve que lidar com a pressão das desclassificações e não conseguiu “salvar a pátria” como esperava a diretoria do clube carioca. Mesmo respaldado por Zinho, o treinador de 63 anos se viu "fritado" pela mídia e pelos torcedores, que mais de uma vez deixaram as arquibancadas do Engenhão insatisfeitos com a atuação do Flamengo e chamando Joel de "burro".

A dificuldade em administrar os problemas internos da equipe e as atuações irregulares neste Brasileiro deixaram o treinador sem prestígio diante dos dirigentes e dos próprios torcedores flamenguistas. O contrato, que era válido até o final do ano, foi rompido em consenso com o treinador nesta manhã, colocando um ponto final na quinta passagem de Joel pela Gávea. A expectativa é de que o diretor de futebol Zinho dê uma entrevista coletiva durante o dia para comentar sobre a saída do comandante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário