sexta-feira, 24 de junho de 2011

O retrato da renda e da extrema pobreza no RN

E m território urbano ou rural. Não importa o cenário. Elas estão sempre lá. No rosto, as feições de quem se acostumou a sobreviver com pouco. Pessoas cuja renda per capita não ultrapassa R$70 por mês e que aprenderam a dispensar o supérfluo, desde cedo. No Rio Grande do Norte, elas representam 12,81% da população - são 405.812 ao todo. A maioria é mulher, parda e tem entre 15 e 64 anos. Algumas não sabem ler ou escrever.

Apesar de ter o menor percentual da população vivendo em extrema pobreza, no Nordeste, de acordo com dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, com base no Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Rio Grande do Norte não tem o que comemorar. O número de habitantes nessa condição é elevado, alerta o economista Aldemir Freire, chefe do IBGE/RN. "O indicador ainda é bem superior à média nacional e 400 mil pessoas representam praticamente a população inteira de alguns municípios", justifica.

No Rio Grande do Norte, a renda média mensal domiciliar per capita - o que cada pessoa da família recebe por mês - subiu 35,19% nos últimos dez anos. Apesar da evolução, milhares de potiguares não conseguiram sair da condição de pobreza extrema. Maria Gomes da Silva, 62, é uma delas. A feirante divide a casa, doada pelo Estado, com dois netos e o marido. A renda mensal da família não ultrapassa R$100, já incluindo o Bolsa Família, que lhe rende R$70 por mês - o que dá uma média de R$25 por pessoa.

Apesar da evolução verificada nos últimos anos, reflexo, em parte, do impacto dos programas assistenciais do governo Lula, o Nordeste ainda é a região  que concentra o maior número de pessoas em pobreza extrema: são 9,6 milhões ao todo - o triplo do registrado na região Sudeste.    

Brasil se dispõe a cooperar para reduzir desigualdades e melhorar qualidade de vida no mundo

Brasília – O governo da presidenta Dilma Rousseff defende que o combate à pobreza, a erradicação da fome e a paz se obtêm por meio do desenvolvimento e da cooperação, segundo o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota. No seminário que trata sobre o assunto em Roma, Patriota disse hoje (24) que o Brasil se dispõe a cooperar para reduzir as desigualdades e melhorar a qualidade de vida no mundo.
Patriota disse ainda que a cooperação oferecida pelo Brasil respeita as diferenças e características de cada povo e país para firmar acordos. “A cooperação técnica brasileira é livre de condicionalidades e não prevê lucros. Responde a demandas de países em desenvolvimento que acreditam que nossas soluções podem servir de referência para suas políticas e práticas”, disse.
Segundo o chanceler, o Brasil não quer assumir o papel de doador, mas de parceiro. “O Brasil considera que a cooperação Sul-Sul [que envolve parcerias entre países das Américas do Sul e Central, além da África, da Ásia e do Oriente Médio nas áreas de pesquisas e cooperação social] não deve ser concebida como uma ajuda, mas sim como uma parceria. Os projetos de cooperação, dessa forma, são elaborados pelas autoridades brasileiras em conjunto com os dos nossos parceiros”, disse ele.
No seminário em Roma, na Itália, denominado Cooperação Técnica Brasileira: Agricultura, Segurança Alimentar e Políticas Sociais, as experiências do Brasil se destacam como exemplos que podem servir de modelo para países em desenvolvimento. Em debate estão os programas de transferência de renda até os projetos relativos à agricultura familiar e ao incentivo à agricultura para pequenos proprietários, a mecanismos de preservação e estímulo ao meio ambiente e ao desenvolvimento tecnológico.


FONTE: AGENCIA BRASIL

Jovem mata padrasto com sete facadas na Grande Natal

 (Paulo Nascimento/Esp/DN/D.A.Press)


Um homem identificado como Luis Teixeira da Silva, 25 anos, foi assassinado com sete facadas pelo seu enteado na manhã desta sexta-feira (24), enquanto dormia em sua residência situada na comunidade Santo Antônio, no município de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. De acordo com informações da Polícia Militar, o acusado pelo crime foi identificado como Adailson Clemente da Silva, 21 anos.

Segundo a polícia, o acusado tem um histórico de confusões pela região, inclusive, tendo entrado em confronto em algumas ocasiões com a vítima. Ainda segundo os policias, Adaison foi encontrado fumando logo após o crime sentado em uma calçada.

O acusado foi preso e encaminhado para a delegacia de plantão Zona Norte. Já o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep).

FONTE: DN OLINE

Capotamento entre Caicó e São José do Seridó deixou três pessoas feridas

Um capotamento foi registrado por volta de 16h30 de ontem (quinta feira) na RN-288 entre as cidades de Caicó e São José do Seridó. de acordo com informações chagadas a nossa reportagem o capotamento aconteceu nas proximidades da comunidade São Jerónimo e a causa teria sido os inúmeros buracos que tem na pista de rolamento.

Três pessoas se envolveram no acidente e foram identificados como Joaci Abdias da Silva, 34 anos,  residente na Rua São Sebastião,Bairro Boa Passagem, Francisco Gabriel Filho 51 anos, residente na Rua Santa Luzia e Francinaldo Gabriel Costa,28 anos, também residente na Rua Santa Luzia no Bairro Boa Passagem.
 
As três vitimas foram socorridas para o hospital regional em Caicó onde Joaci Abdias e Francisco Gabriel permanecem internados em observação medica, já que sofreram escoriações pelo corpo. A Terceira vitima identificada por Francinaldo,  foi atendido e liberado.
 
FONTE:BLOG DO EDUARDO DANTAS
 

Site do Ministério da Cultura sofre tentativa de ataque

O site do Ministério da Cultura (www.cultura.gov.br) sofreu uma tentativa de ataque na manhã desta sexta-feira (24), de acordo com a assessoria de imprensa da pasta. Há três dias, sites do governo sofrem ataques de hackers. Na madrugada desta sexta, o site do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística foi invadido.
Entre 7h e 8h, o G1 acessou o portal por diversas vezes e, em pelo menos 5 vezes neste período, apareceu a mensagem "Error establishing a database connection".
O G1 questionou o ministério sobre o fato, e a assessoria informou que, no horário mencionado, foi detectada uma sobrecarga de acesso causada por apenas um número IP, ou seja, um único endereço de rede. "A ameaça foi detectada e logo neutralizada", disse a assessoria.