quarta-feira, 8 de junho de 2011

100º Crime de Homicidio em Mossoró em 2011

Mais um crime de homicidio foi registrado por volta de 12 horas de terça feira 07 de junho de 2011, na rua na Ivone Monte por trás do posto de saúde do bairro Santo Antonio.

Wellington Vieira "Paulista" aproximadamente 35 anos de idade, natural de guarulhos são Paulo e sem residencia fixa, foi morto na rua Ivone Monte por trás do posto de saude do bairro santo antonio.

O mesmo foi atingido com tres disparos de arme de fogo, na cabeça e nas costas. Moradores da região ouviram os disparos e acionaram a policia militar.

ninguem tem informações do que tenha acontecido, sabe-se apenas que Wellington era usuário e possivelmente estivesse no bairro para adquirir drogas. Ao lado do corpo da vitima foram encontrados os instrumentos usados pelo flanelinha em seu trabalho diario.

Wellington vivia em sinais de transito de mossoró, limpando para-brisas de veiculos e recebendo trocados para sobreviver. Ele dizia que tinha um filho em guarulho e outro e curitiba no paraná.

A vitima não tinha residencia fixa e dizia que quando anoitecia, dormia em qualquer lugar.

FONTE: O CÂMERA

Supermercado é condenado a pagar R$ 175 mil por negligência

 Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) condenou uma rede de supermercados com atuação em Natal ao pagamento de R$ 175.616,16 por danos materiais e R$ 30 mil por danos morais por um incêndio não contido dentro de uma loja instalada no local. A decisão é do juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública de Natal, Airton Pinheiro.

A informação foi publicada no site oficial do órgão na manhã desta quarta-feira (08). O tribunal não revelou o nome do supermercado e o da loja.

Ao ajuizar a ação de indenização, a dona da loja alegou que em 04 de novembro de 2002, o estabelecimento de sua propriedade foi acometido de incêndio que se originou de um curto circuito, provocado por variação de corrente. Ela argumentou ainda que o incêndio não foi controlado rapidamente, resultando na exasperação de seus prejuízos.

De acordo com informações contidas nos autos houve negligência do supermercado, na medida em que não houve atuação da "brigada de incêndio" do estabelecimento. Informou também a autora que, nos hidrantes, a água não apresentava pressão, que as mangueiras estariam furadas, que o portão de acesso para o carro de bombeiros estava fechado e que o prédio teria problemas estruturais que dificultaram o acesso dos bombeiros.

A autora tentou responsabilizar ainda a Cosern e o Estado do Rio Grande do Norte, o que não foi aceito pelo juiz. Ao decidir, o magistrado destacou que “impõe-se afirmar que houve negligência do supermercado quanto à manutenção dos equipamentos de segurança (hidrantes e mangueiras vazando), quanto ao cumprimento do dever de manter brigada de incêndio treinada e permanentemente disponível para dar o combate inicial nos eventos desta natureza e ainda quanto à acessibilidade dos bombeiros – impondo-se, em consequência, a afirmação de que a negligência”.

FONTE: DN OLINE

quarta-feira, 8 de junho de 2011HOMICÍDIO EM PARELHAS NA NOITE DE ONTEM

Um homicídio foi registrado na cidade de Parelhas ontem à noite. Por volta das 21:00 horas a polícia militar recebeu uma ligação de um popular relatando que havia escutado cinco disparos de arma de fogo no bairro boqueirão. As guarnições de serviço se deslocaram até o local e constataram a veracidade do fato. No local a polícia encontrou já sem vida o individuo conhecido por Môzinho.

Imediatamente foi feito o isolamento do local e acionado o ITEP, em seguida as guarnições do G.T.O e rádio patrulha, além de alguns policiais que estavam de folga e se apresentarão para ajudar, iniciaram diligências pelos bairros da cidade na tentativa de encontrar algum suspeito. Porém ninguém foi preso.

Os policiais militares informaram a nossa reportagem que ninguém no local soube informar quem teria cometido e como teria ocorrido o crime. O local onde aconteceu o fato é cercado por um matagal e o assassino deve ter chegado e se evadido pelo mato. Alguns suspeitos chegaram a ser abordados, mais nada foi encontrado com os mesmos.

Môzinho era conhecido na área policial por ser apontado como um dos chefes do tráfico de drogas em Parelhas. Ha alguns meses atrás a policia militar conseguiu impedir um outro atentado contra a vida do mesmo, na ocasião dois indivíduos da cidade de santa Luzia-PB foram presos portando uma pistola e afirmaram a polícia que teriam vindo a parelhas para matar Môzinho.

Agora a polícia civil deverá abrir inquérito para investigar o crime, que é de difícil solução, já que a vitima tinha vários inimigos.

FONTE: QTH DA NOTICIA

Ovacionado, Ronaldo perde boas chances e pede desculpas à torcida

pacaembu  despedida ronaldo brasil x romênia robinho (Foto: Agência Reuters)

A Seleção Brasileira se despediu nesta terça-feira de um dos seus filhos mais ilustres, que tem como sinônimos sucesso e superação. Ronaldo Luís Nazário de Lima, o Fenômeno, fez contra a Romênia, em uma fria noite de São Paulo, no estádio do Pacaembu, os seus últimos 15 minutos com a camisa 9 do time canarinho. Não teve gol, mas houve muitos gritos e aplausos para o craque que encantou o Brasil por 18 anos. E no adeus, ele pediu desculpas, sorrindo espontaneamente, como sempre fez em toda sua carreira.
- Gente, vocês são demais. Desculpem-me, eu tive três chances e não consegui fazer um gol nos meus últimos quinze minutos, o que seria uma pequena retribuição a tudo que vocês fizeram por mim. Meu muito obrigado por tudo que vocês fizeram pela minha carreira, por me aceitarem do jeito que sou, por terem chorado quando chorei, por terem sorrido quando sorri. Só tenho a agradecer do fundo do meu coração. Muito obrigado e até breve, dessa vez fora dos campos – discursou Ronaldo, em um púlpito no centro do gramado.
o estádio do Pacaembu, acompanhando a despedida do Fenômeno, estavam mais de 30 mil torcedores, incluindo seus filhos Ronald e Alex, que entraram com ele em campo, suas filhas Maria Sophia e Maria Alice, que ficaram com a mãe, Bia Anthony, e seus pais, Sônia e Nélio. Durante o segundo tempo, o camisa 9 usou o Twitter para agradecer novamente o carinho da torcida e mais uma vez pedir desculpas pelos gols perdidos na despedida que terminou com vitória brasileira por 1 a 0.
FONTE: G1

Deputados vão intermediar reivindicações dos servidores em greve

Uma comissão de deputados estaduais será formada com o objetivo de intermediar as negociações entre as categorias estaduais em greve e o Governo. A iniciativa foi anunciada durante reunião com representantes de sindicatos na tarde dessa terça-feira, 07, pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PMN).

Além do presidente da AL, participaram do encontro o líder da bancada do governo, deputado Getúlio Rêgo (DEM), os deputados Fernando Mineiro (PT), Fábio Dantas (PHS) e Tomba Farias (PSB) e representantes dos Sindicatos dos Médicos, dos Trabalhadores em Educação, da Saúde do Estado, dos Servidores da Administração Indireta, e da Universidade Estadual (UERN), entre outros.

Durante a reunião os sindicalistas fizeram um relato mostrando a situação das categorias em greve, que até agora não têm nenhuma resposta efetiva do governo. “Estamos em greve desde 26 de maio,  mas até hoje a administração só  tem nos ignorado. O governo tem conhecimento da nossa pauta, mas não tem boa vontade”, disse o presidente do DCE da UERN, Petrônio Andrade.

Getúlio Rêgo afirmou que o Governo tem interesse em dialogar e conceder os benefícios, mas ainda não tem saúde financeira para implantar os Planos de Cargos e Salários. O líder do governo disse ainda que as reivindicações são absolutamente consistentes, mas ressaltou que é preciso bom senso.“O Estado está numa situação difícil, não tem condições de implantar mais despesa. O que adianta dar o benefício e no final do mês o servidor não receber? Vai ser uma crise muito maior”, explicou.

O parlamentar afirmou que o Governo nunca se fechou para o diálogo e disse que dentro do prazo possível espera que os benefícios previstos em lei sejam concedidos. Já o deputado Fernando Mineiro disse que o Governo radicalizou com os servidores e que espera que a Assembleia assuma o papel de intermediadora.

O presidente do Sinai, Santino Arruda, disse que acha difícil que os servidores voltem ao trabalho sem que haja um entendimento. Ele afirmou que as categorias já tiveram muita paciência e que não obtiveram nenhum retorno. “Viemos na expectativa de encontrar apoio dos parlamentares e tivemos. Eles vão entrar em contato com o Governo e acho que amanhã mesmo já nos darão uma resposta”, pontuou Santino.

O presidente do Legislativo reafirmou apoio às classes e disse que a reivindicações são justas e que a Casa vai tentar fazer um entendimento no que for possível.
 
FONTE: DN OLINE