segunda-feira, 18 de abril de 2011

UFRN inicia inscrição para solicitar isenção da taxa do Vestibular 2012

A Comissão Permanente de Vestibular da UFRN inicia nesta segunda-feira as inscrições  para solicitação de isenção do pagamento da taxa do Vestibular 2012. 
De acordo com o edital, a inscrição para solicitar a dispensa da taxa pode ser feita exclusivamente pela internet das 8h do dia 18 de abril às 23h59 do dia 15 de maio de 2011. 

A divulgação dos candidatos selecionados, será feita no site da Comperve (www.comperve.ufrn.br) a partir do dia 4 de julho de 2011.

Médicos do RN entram em greve por tempo indeterminado


Os médicos do estado entram em greve a partir desta segunda-feira (18), por tempo indeterminado. Foi o que anunciou o Sindicato dos Médicos do RN (Sinmed-RN), na última sexta-feira (18). Os profissionais não aceitaram as propostas do governo referente a atrasos no pagamento dos salários.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) propôs aos médicos a condição de pagar, a partir de agora, dois vencimentos por mês. Ou seja, o pagamento de abril seria pago juntamente com o atrasado de novembro, e assim por diante, mas eles não aceitaram a proposta.

De acordo com o médico Marcílio Mariano de Oliveira, contratado em novembro de 2010, o trabalho desenvolvido por eles no pronto-socorro do Walfredo Gurgel é estressante. "Já chegamos no limite. Trabalhamos em situações muito difíceis tanto no pronto-socorro quanto nas cirurgias, urgência e enfermaria do hospital. Precisamos ser remunerados por isso".

Entre os médicos prejudicados pelo atraso no pagamento estão os ortopedistas e cirurgiões do pronto-socorro do Walfredo Gurgel, e infectologistas do Giselda Trigueiro. Segundo sindicato, todos vão aderir a greve, assim os médicos recém-contratados, lotados em outras unidades, que estão sem receber seus salários.
FONTE: DN OLINE

Motorista vítima das chuvas no RJ encontra R$ 74 mil e devolve ao dono

Motorista acha R$ 74 mil e devolve a dono (Reprodução/TV Globo)                                                                      



Vítima das chuvas que assolaram a Região Serrana do Rio em janeiro deste ano, o motorista de ônibus Joilson Chagas se deparou com uma provação. Depois de perder a casa da tragédia, após uma viagem de trabalho, entre Nova Friburgo e a capital fluminense, ele encontrou R$ 74 mil e devolveu ao dono.
Era a primeira viagem do dia e na chegada, depois da vistoria de rotina no veículo, feita após a saída dos passageiros uma surpresa: encontrou um celular e um pacote com documentos e o dinheiro perto da janela da poltrona de número 13. “Cheguei e vi um pacote enrolado com um papel e um celular. Tirei, botei em cima da poltrona e verifiquei que era dinheiro. Muito dinheiro. Peguei, desci do carro e falei: ‘meu Deus, o que é que eu faço?’. É tentador”, admitiu o motorista.
Na volta ao terminal, viu um homem chorando e, sem saber que era o verdadeiro dono do dinheiro, foi perguntar o que tinha acontecido. “Ele disse que tinha perdido um documento no Centro do Rio. Eu perguntei o que era e vi que tudo o que ele tinha perdido estava comigo, dentro do ônibus. Eu perguntei se o celular dele era o que estava comigo e ele entrou em desespero. Acho que imaginou que eu estava com o dinheiro dele. Chamei ele num canto, conferi identidade, a passagem, tudo foi confirmado e fiz a devolução”, lembra Joilson.
O dono do pacote, que pediu para não ser identificado, era um agricultor que mora na Zona Rural de Friburgo. Segundo ele, o dinheiro era fruto da venda de um veículo que ele usava para escoar a produção e seria usado para pagar o tratamento de saúde de uma filha adolescente. Quando recuperou o pacote, chegou a oferecer uma recompensa de R$ 2 mil ao motorista, que recusou a oferta.
“Dê a César, o que é de César. Dê a Deus o que é de Deus. É bom a gente usufruir do que é nosso. O que não é nosso tem que ser devolvido. Fiz o que era certo. A melhor coisa que tem é você deitar a cabeça no travesseiro e dormir tranquilo”, resumiu Joilson.
FONTE: G1
 

Morre vereador Mourão de Parelhas vítima de infarto

                                                                                        


O vereador de Parelhas, Gilson Mourão (PMDB), faleceu neste domingo (17). Ele estava internado na UTI do Hospital Regional Doutor Mariano Coelho, em Currais Novos. O parlamentar sentiu fortes dores no peito, e foi levado as pressas para o hospital de Parelhas, onde foi diagnosticado um infarto. Os médicos acharam melhor transferi-lo para Currais Novos, mas infelizmente ele não resistiu.
Pelo twitter os parelhenses começam a prestar suas homenagens a Mourão. Segundo as mensagens no microblog, o parlamentar era uma grande força política da cidade e fez parte da história recente de Parelhas.
Suplência
O suplente de Mourão, Heráclito Medeiros (PMDB), atualmente reside em Brasília e, provavelmente, não deve assumir o mandato. Com isso, o segundo suplente da coligação, Messias Medeiros (PT), assumiria a cadeira na Câmara. O impasse ficaria por contar do segundo suplente do próprio PMDB, Alexandre Santos (Lili de Boró), se ele questionar o entendimento jurídico de que a suplência pertence ao partido e não à coligação.
FONTE: BLOG DO XERIFE

Abrimos as portas para a China, diz Dilma após visita ao país asiático

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira (18), em seu programa de rádio “Café com a Presidenta”, que a visita feita por ela à China na semana passada novas oportunidades para o fortalecimento da economia brasileira. "Nós alcançamos os nossos principais objetivos, o de abrir as portas para que mais produtos brasileiros", disse.
"São investimentos que, além de trazer dinheiro e novas tecnologias, também vão gerar emprego para milhares de trabalhadores", afirmou. A viagem de Dilma ao país asiático resultou na venda de 35 novos aviões e na assinatura de 20 acordos comerciais, principalmente na área de ciência e tecnologia.
Dilma também afirmou que é preciso investir em capacitação para atender às novas demandas. "Nós vamos ter muito trabalho pela frente, vamos ter de formar brasileiros e brasileiras capacitados para trabalhar nesta área de tecnologia de informação".
A presidenta valorizou a reunião com os países que compõem o Brics, o grupo de países emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Para ela, as discussões foram importantes na luta contra a pobreza, por um comércio mundial mais equilibrado e pelo controle da especulação financeira.
Viagem à China
A comitiva brasileira realizou uma viagem de seis dias à China. Dilma e o presidente chinês, Hu Jintao, assinaram uma série de acordos de cooperação nas áreas de política, defesa, ciência e tecnologia, recursos hídricos, inspeção e quarentena, esporte, educação, agricultura, energia, telecomunicações e aeronáutica.
Em um comunicado conjunto, Dilma e Hu Jintao reiteraram o compromisso de promover "o desenvolvimento das relações bilaterais com visão estratégica e de longo alcance".