sexta-feira, 6 de maio de 2011

Padre potiguar acusado de abusar de criança de 10 anos pode ser preso a qualquer momento


O jornal Defato informa que o delegado de Assú, Caetano Baumam, vai pedir à Justiça a prisão preventiva do pároco de Ipanguaçu, padre José Irineu da Silva. O padre está sendo acusado de estupro de uma criança de 10 anos, conforme boletim de ocorrência registrado na delegacia. O caso ocorreu no último dia 28 de abril na localidade de Arapuá, zona rural de Ipanguaçu.
A criança se preparava para participar da primeira eucaristia quando o padre teria tocado em partes íntimas do menino. A menina da criança disse que só não aconteceu mais abuso porque seu filho saiu correndo da Capela. A mãe do menino também contou em seu depoimento que procurou o padre logo após o ocorrido e teria recebido a seguinte resposta do pároco: "a carne é fraca". Segundo Caetano Baumam, a criança contou com riqueza de detalhes o que teria acontecido dentro da capela, levando a crer que o padre realmente tenha cometido tal crime.

Fonte: jornal Defato

Nenhum comentário:

Postar um comentário