quarta-feira, 25 de maio de 2011

Pão de Açúcar estuda se unir ao Carrefour

O Pão de Açúcar, maior grupo varejista brasileiro, sondou o francês Carrefour para uma possível fusão dos supermercados no Brasil.

As negociações estão em fase embrionária e contam com dois grandes entraves: aprovação pelos órgãos de defesa da concorrência no Brasil e oposição do Casino, acionista do Pão de Açúcar e rival do Carrefour na França.


Para estudar a viabilidade do negócio, o Pão de Açúcar conta com o trabalho da consultoria Estáter, prestadora de serviço da varejista que costurou a compra da Casas Bahia. O Carrefour é assessorado pelo banco Lazard.


O negócio envolve hipermercados, postos de gasolina, e-commerce e também a marca Dia, as quais podem ser vendidas em conjunto ou separadamente.


A fusão poderia criar um gigante com faturamento da ordem de R$ 60 bilhões anuais e 28% do setor supermercadista no país, o que dificultaria a aprovação no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).


Em 2010, a matriz do Carrefour descobriu rombo contábil de 550 milhões de euros (R$ 1,26 bilhão) no Brasil, abrindo espaço para rumores sobre sua saída do país.


O escândalo levou à demissão de toda a diretoria e a uma "intervenção" no Brasil.


Na França, acionistas do Carrefour estão descontentes com os resultados e pressionam pela venda das unidades do Brasil e da China.

FONTE: I PARAIBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário