segunda-feira, 16 de maio de 2011

Médicos do RN discutem saúde pública e podem entrar em greve

Com o propósito de discutir a situação da saúde pública na Grande Natal e no Estado, o Sindicato dos Médicos do Estado do Rio Grande do Norte (Sinmed/RN) pretende realizar de hoje (16) até quarta-feira (18), uma série de assembléia com os profissionais da saúde. A intenção da categoria é fazer com que os médicos, possam debater a saúde pública do RN e analisar propostas enviadas pelas secretarias de saúde.
No município de Parnamirim, a assembléia que vai acontecer nesta segunda-feira (16), a partir das 19h, terá como pauta o reajuste salarial dos médicos, as condições de trabalho e um possível indicativo de greve. Na última assembléia realizada no município, os médicos encaminharam uma série de propostas em forma de ofício que foram encaminhadas para a secretária de saúde de Parnamirim, porém o sinmed afirma que nenhuma resposta foi obtida.
Na terça (17), o Sinmed pretende reunir os médicos da rede municipal de Natal, às 19h. No encontro será debatido a gratificação ambulatorial no valor de R$3.000,00 para todos os setores de trabalho médico do município; o cumprimento do PCCV; carga horária máxima em regime de plantão correspondente a 4 plantões de 24h ou 8 de 12h, para profissionais com 40h semanais. E de 2 plantões de 24h ou 4 plantões de 12h para profissionais com carga horária de 20h semanais; entre outros.
Já para o dia 18 de maio, quarta-feira, o Sindicato dos médicos agendou uma assembléia com os médicos da rede estadual de saúde. Estão em pauta assuntos como atraso de salários dos médicos recém-contratados, plantões por indenizações e aumento do quantitativo de profissionais. Durante a reunião que será realizada às 19h, na sede do Sinmed será votado um indicativo de greve geral.

FONTE: DN OLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário