quinta-feira, 19 de maio de 2011

Médicos do estado devem entrar em greve no dia 1º de junho



Os médicos da rede estadual de saúde decidiram na última quarta-feira (18), em assembléia realizada na sede do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed), que realizarão greve geral da categoria, a partir do dia 1º de junho. O sindicato informou que a decisão foi tomada, uma vez que o governo não realizou o pagamento a incorporação prevista para este mês de maio.
Além deste fator, alguns assuntos da pauta de reivindicações enviada a Sesap não foram atendidas, como o atraso de salários dos médicos recém-contratados, plantões por indenizações e aumento do quantitativo de profissionais. Os médicos recém contratado, que estavam em greve há um mês, voltam as suas atividades normais a partir desta quinta-feira (19). Em virtude da promessa de folhas de pagamento extras, os médicos suspenderam a greve atual com a possibilidade de aderir à greve geral do dia 1º de junho.
De acordo com o sinmed, alguns médicos contratados a partir de 2010 estão sem receber há 11 meses. “Mesmo com esses atrasos pendentes, tivemos avanços com o movimento de greve. Foram divulgadas duas folhas extras de pagamento e vários médicos já receberam parte dos atrasados”, ressalta Dr. Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed RN. Uma nova assembléia está marcada para o próximo dia 31 de maio, às 19h, para avaliar as condições de greve geral.
 
FONTE:DN OLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário